Dicas para ingressar em uma graduação privada

Dicas para ingressar em uma graduação numa escola privada

A forma mais comum de você entrar em uma faculdade privada é pelo vestibular tradicional. 

Por meio do vestibular, é possível à instituição, fazer uma avaliação do seu conhecimento e, assim, saber se está apto ou não para entrar numa universidade privada.

O conteúdo cobrado no vestibular é referente ao estudado no ensino médio. O que representa seus anos de estudos, tanto no ensino fundamental como no ensino médio.

A prova de um vestibular consta de questões objetivas, e você tem até quatro horas para fazê-la. 

O que vai fazer você se sair bem ou não é o peso que cada conteúdo cobrado tem, pois deve estar de acordo com o curso que pretende fazer.

Contudo, os vestibulares não são iguais. As universidades privadas brasileiras têm o seu próprio vestibular, de forma que oferecem vários formatos de seleção, aplicação, aprovação e, por conseguinte, o ingresso. 

A imagem do estudante nervoso no momento em que vai fazer uma prova de vestibular é real. 

Dispor-se a fazer uma prova com duração de quatro horas, realmente estressa qualquer candidato. Disputar uma vaga é difícil, sobretudo porque sabemos que o que está em jogo é muito mais habilidade do candidato do que seu conhecimento, de maneira que o nervosismo pode sim trazer dificuldades a você. 

O estresse também pode fazer parte no momento em que você for participar das provas do ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio. Contudo, não é obrigatório fazer o exame para entrar em uma boa faculdade particular. Muitas instituições, até trabalham com diversas formas de ingresso e têm iniciativas próprias de bolsas e descontos. 

Antes de apresentarmos a você as diferentes maneiras de conseguir uma vaga no ensino superior privado, já jogamos uma ideia: não desanime nunca. Por dois motivos: 1. fazer uma faculdade é um fator determinante para sua carreira profissional – de acordo com o IBGE, uma pessoa com diploma universitário no Brasil ganha, em média, quase 2 vezes mais do que alguém que tem apenas o ensino médio. 2. não se intimide em relação ao custo de uma faculdade privada. 

No nosso próximo post vamos falar sobre as formas que você tem para conseguir bolsas de estudos e que todas estão ao seu alcance para. Não é legal?

Então vamos entrar na universidade, depois da matrícula feita, você parte para o pedido de bolsa.

Vamos conhecer a seguir as diferentes formas de entrar em uma faculdade particular. Já conhecemos uma, o vestibular tradicional, mas tem também outras formas. Vamos lá!

  • O vestibular agendado: além do vestibular tradicional, há também o vestibular agendado. Aqui há mais flexibilidade, uma vez que você pode agendar sua prova, de acordo com a sua disponibilidade. Basta apenas você se dirigir à instituição de ensino e mostrar seu interesse. 

A instituição, certamente, vai lhe apresentar como será realizada a prova, qual será o conteúdo cobrado, levando em conta o curso que você escolher. 

Desse modo, você deve então fazer a inscrição, escolher dia e hora para fazer a prova. Geralmente a prova consta de questões objetivas. Assim que você souber o resultado, poderá fazer a matrícula. 

A propósito, o vestibular agendado pode ocorrer durante todo o semestre escolar. A instituição tem liberdade para oferecer o vestibular e, assim, receber sua matrícula, ainda que o curso já tenha se iniciado. 

  • ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio: trata-se de uma prova organizada pelo Ministério da Educação – MEC, que tem o objetivo de avaliar a qualidade do Ensino Médio, mas também é a forma de acesso a cursos em universidades públicas e privadas. 

Vale ressaltar que o ENEM garante aos estudantes de baixa renda acesso aos programas governamentais de bolsas de estudo ou financiamento com juros reduzidos.

A prova é composta por uma redação e 180 questões cujos conteúdos abordados envolvem o que o aluno aprendeu nos três anos do Ensino Médio, divididos nas seguintes áreas:

. Ciências Humanas e suas Tecnologias: História, Geografia, Filosofia e Sociologia,

. Ciências da Natureza e suas Tecnologias: Química, Física e Biologia,

. Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Redação: Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação,

. Matemática e suas Tecnologias: Matemática.

Muitos estudantes pensam que o ENEM só pode ser usado para as instituições públicas de ensino. Mas não é assim. Como se trata de uma prova padronizada, a nota pode sim ser usada como forma de classificação para entrar também nas instituições particulares. 

Aliás, ao se inscrever para o ENEM, você também pode solicitar a isenção da taxa de inscrição, bem como atendimento especializado.

  • Usando a nota do ENEM: depois de fazer a prova e ter uma boa nota, você tem a possibilidade de ingressar em uma faculdade particular, usando sua nota do ENEM pelo ProUni – Programa Universidade para Todos.

O ProUni é uma iniciativa do Governo Federal que concede bolsas de estudo parciais e integrais a alunos de baixa renda. 

Dessa forma, você pode então usar sua nota para que a instituição particular possa te selecionar e classificar. Entretanto, há alguns requisitos que você deve cumprir. São eles:

. ter cursado o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada,

. ter alcançado pelo menos 450 pontos no ENEM,

. não zerar a redação,

. ter renda familiar, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo, para concorrer às bolsas de 100%, ou de até 3,5 salários mínimos, para concorrer às bolsas de 50%, e 

. não ter um diploma de ensino superior.

Atenção: 

só podem participar do ProUni universidades reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC.

. Via reingresso: quer voltar à condição de acadêmico? Se já cursou parte de um curso superior, pode retomá-lo na mesma instituição. 

. Segunda graduação: quer dar continuidade aos estudos? Sabe que nesse caso você tem condições especiais, como forma de ingresso e direto a descontos. Além disso, dependendo do curso, pode eliminar matérias.

Para as duas formas de ingresso, você deverá apresentar seus documentos de identificação e os referentes ao curso anterior, como diploma e histórico do curso. 

Depois é só esperar a instituição analisar seus documentos, pois a classificação é feita pelo coeficiente de rendimento, ou seja, quanto maior a sua média, maior a classificação.

. Transferência: se a família ou você vai mudar de cidade ou se você já faz faculdade em uma determinada instituição e pretende mudar para outra é possível. Todavia esse procedimento vai depender da instituição particular de ensino. Mas não se preocupe, porque você não vai perder sua vaga. Para isso, basta apenas que peça sua transferência com todo o pacote: financiamentos ou bolsas de estudo.

Da mesma forma como se procede com o reingresso ou segunda graduação, é preciso que você apresente seus documentos como o histórico do curso, seus documentos de identificação e programa das disciplinas. A classificação também é feita pelo seu coeficiente de rendimento e o resultado sai em até 48 horas.

As 5 melhores faculdades privada para ingressar

Selecionamos as cinco faculdades privadas que obtiveram nota máxima (5) nos dois conceitos avaliados pelo MEC. Confira:

Escola de Economia de São Paulo (EESP)

Faculdade de Odontologia São Leopoldo Mandic (SLMANDIC)

Faculdade FUCAPE (FUCAPE)

Insper Instituto de Ensino e Pesquisa (INSPER)

Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas (EBAPE)

Quais são os documentos necessários para fazer matrícula em uma faculdade brasileira?

Em qualquer instituição de ensino e para qualquer curso que deseja fazer, é preciso apresentar os seguintes documentos:

RG,

CPF,

certidão de nascimento ou de casamento,

título de eleitor,

carteira de reservista para alunos do sexo masculino,

certificado de conclusão do Ensino Médio,

histórico escolar,

foto 3×4, e

comprovante de residência.

Para fazer a matrícula na faculdade, é necessário levar os documentos originais e cópias simples. Contudo, algumas instituições de ensino podem solicitar também a cópia autenticada de alguns itens. Por isso, preste muita atenção no que diz o edital.

E aí, gostou do conteúdo?

Se você quiser saber mais sobre os nossos conteúdos, entre em contato com a gente, seus comentários são muito importantes para nós. Da mesma forma, se quiser que a gente fale sobre algum assunto relacionado ao universo do trabalho e do estudo, é só deixar escrito nos comentários, será um prazer poder tirar suas dúvidas.

No nosso próximo post, vamos falar sobre a possibilidade de ingressar em algum curso de graduação com bolsa. Está a fim de saber? Então, é só ficar com a gente!

Até o próximo post!

Confira também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.