10 erros de português que podem acabar com um currículo

Aqui, você poderá conferir os 10 erros de português mais comuns, e que podem simplesmente acabar com o seu currículo.

A cada ano que passa, o mercado de trabalho fica cada vez mais concorrido, o que acaba dificultando o sucesso nos processos seletivos.

O que muitos profissionais não notam, no entanto, é que o currículo pode estar sendo descartado por questões que não têm relação nenhuma com as habilidades ou a formação.

Um dos principais motivos pelos quais as empresas costumam descartar os currículos são os erros de português.

A verdade é que se destacar frente aos demais candidatos é essencial. Mas conseguir entregar um currículo de alta qualidade, e com o português perfeito, é mais do que essencial para que tudo dê certo!

Não é incomum os recrutadores pegarem currículos de pessoas que se formaram em universidades muito renomadas, mas que cometem vários erros de português durante a escrita.

Isso acontece, muitas vezes, por diversos candidatos utilizarem uma linguagem informal na escrita. Ou acabam perdendo a linguagem culta por não praticarem a escrita formal diariamente.

Não se deve usar os vícios da língua portuguesa na produção de textos como os currículos, por serem abreviações e frases que utilizamos apenas em ambiente informal.

Nesses casos, é necessário escrever tudo de acordo com as regras gramaticais, e com a linguagem culta da língua.

Então, para te ajudar a elaborar um currículo com a português perfeito, criamos esse post, para te mostrar quais são os 10 erros de português que podem acabar com um currículo! Confira abaixo!

10 erros de português que podem acabar com um currículo

Confusão entre singular e plural

Um dos principais erros de português cometidos pelos candidatos durante a elaboração de um currículo, é a confusão entre o singular e o plural.

Por isso, sempre verifique se os termos estão concordando entre si.

Tempo do verbo

Se uma ação já ocorreu, ela tem que ser explícita no texto com o verbo no passado, certo? Pode parecer simples, mas muitas pessoas não aplicam os tempos verbais corretos.

Para escrever de acordo com as normas gramaticais, é essencial utilizar os verbos no passado, presente e no futuro de forma correta.

Vírgula

A vírgula é um dos recursos mais importantes e essenciais dentro da língua portuguesa.

Por isso, se você souber utilizá-la corretamente, já terá um grande diferencial. Portanto, coloque sempre as vírgulas quando for necessário.

Ponto

Assim como a vírgula, utilizar ponto no final das frases faz parte das regras gramaticais.

Por isso, nunca se esqueça de pontuar as suas orações, parágrafos e frases.

“Pretenção”

Um dos termos mais utilizados no currículo é o termo “pretensão”, principalmente para falar sobre a pretensão salarial.

No entanto, muitos candidatos escrevem “pretenção”, utilizando o “ç” no lugar o “s”.

“Fazem”

Outro termo utilizado de forma incorreta em muitos currículos é o “fazem” ao invés de “faz”. Por exemplo: “fazem 3 anos que eu trabalho nessa empresa”.

Nesse caso, utilizar “fazem” é incorreto, sendo que a formulação correta da frase é: “faz 3 anos que eu trabalho nessa empresa”.

“Afim”

Mais um termo utilizado incorretamente é o “afim”. É importante destacar que as duas palavras estão corretas e existem na língua portuguesa.

Mas, quando utilizamos o tempo para falar de um objetivo, é necessário separar o “a” de “fim”, justamente para trazer essa ideia de que você quer atingir algo.

Por exemplo: “estou enviando este currículo a fim de conseguir uma vaga na empresa”.

Termo Currículo Vitae

O termo “Currículo Vitae” não existe! O candidato pode utilizar Curriculum Vitae ou apenas Currículo, pois não é correto misturar uma palavra em português com uma em latim.

“Experiências Profissional”

Esse erro de português envolve a confusão entre o singular e o plural, e merece uma atenção especial.

É muito comum encontrarmos currículos onde o candidato escreve “Experiências Profissional”, ao invés de colocar “Experiências Profissionais”.

Utilizar linguagem informal

Por conta do dia a dia e do uso constante de redes sociais, muitos candidatos acabam usando a linguagem informal no momento de escrever o seu currículo, algo que é totalmente inapropriado.

Utilizar gírias ou termos coloquiais no currículo não é bem visto pelos recrutadores. Por isso, evite-os!

Erros de português podem atrapalhar meu currículo?

Os erros de português podem não apenas atrapalhar o seu currículo, mas também acabar criando uma má impressão da empresa com relação à você. Imagine ter o seu currículo descartado apenas por conta de erros de português?!

Infelizmente, muitos profissionais bem qualificados, acabam perdendo ótimas oportunidades por conta de erros de português.

De acordo com uma pesquisa feita pelo G1, 34% dos recrutadores que participaram de um estudo da Catho, site de empregos, afirmaram que os erros de português são o principal motivo pela eliminação da maioria dos candidatos.

Para os recrutadores, os erros de português nos currículos transmitem a ideia de que o candidato não possui domínio da língua portuguesa, além de representar falta de displicência e de atenção.

Afinal, muitos dos erros são cometidos apenas pelo fato de o currículo ter sido elaborado de qualquer jeito.

A falha na revisão do documento antes de enviá-lo para a empresa, acaba reduzindo as chances de contratação. Pois, de certa forma, o currículo é a primeira impressão que você está causando na empresa.

Motivos para a eliminação de um candidato

Além dos erros de português, que representam 34% dos motivos de eliminação de um candidato, a pesquisa da Catho ressaltou que os outros fatores que fazem um currículo ser eliminado no processo são:

  • Falta de experiência: 25%
  • Ausência de objetivos profissionais: 10%
  • Candidatos moram longe da empresa: 9%
  • Falta de apresentação visual: 9%
  • Outros motivos: 9%
  • Não ter formação superior ou cursos complementares: 3%
  • Currículo ter mais de uma página: 1%

Como é possível observar, o percentual de eliminação por erros de português é maior do que o de eliminação por falta de experiência. Daí a importância de caprichar bastante na escrita e na revisão do documento.

Além disso, Bianca Machado, gerente da Catho, ressaltou que o processo de recrutamento de uma empresa, ao contrário do que muitos pensam, começa bem antes da entrevista.

Segundo ela, tudo começa quando os currículos começam a chegar nas mãos dos recrutadores para serem selecionados.

Cada currículo é analisado cuidadosamente pelos recrutadores. Além disso, em um cenário de alta concorrência, quando você é descartado por conta de erros de português, não é apenas uma oportunidade de entrevista que você está perdendo, mas várias!

Isso reforça a importância de revisar muito bem o currículo, e elaborá-lo com bastante cuidado antes de começar a distribuir.

Como corrigir os erros de português?

Agora que você já sabe da importância de prestar atenção no português durante a elaboração do seu currículo e que, realmente, esses erros de português podem acabar com as suas chances de conseguir uma entrevista, veja o que pode ser feito para evitar isso:

A primeira atitude que você pode tomar é revisar com muito cuidado o seu currículo. Evite escrevê-lo com pressa, e separe um tempinho para realmente se dedicar à essa produção.

A grande maioria dos erros de português em currículos acontecem por falta de atenção no momento da escrita. E não necessariamente pelo fato de o candidato não saber as regras gramaticais.

Outra dica é pedir para alguém rever para você, pois alguns erros acabam passando despercebidos por nós, o que é muito normal, principalmente se você já está escrevendo a dias!

Por isso, entregar para outra pessoa de sua confiança dar uma conferida é outra dica muito boa.

Se você quer evitar erros básicos, como palavras erradas e correlações equivocadas nas frases, escrever o texto do seu artigo em ferramentas como o Word ou o Doc, pode ajudar bastante.

Durante a escrita, a própria ferramenta te dará sugestões de correção, evitando que os erros básicos ocorram. Além disso, também te indicará onde você poderia adicionar vírgulas e pontos, por exemplo.

Mas, se você quer realmente garantir que o seu currículo está perfeito, é possível encontrar profissionais no mercado especializados na produção deste tipo de documento também.

Alguns podem apenas revisar o português para você, enquanto outros podem elaborar todo o seu currículo e deixá-lo ainda mais profissional!

Reenviando o currículo sem erros de português

Mas, caso você tenha encaminhado um currículo com erros para uma empresa, o ideal é corrigir esses erros e encaminhar um outro e-mail.

Ou ainda realizar uma outra candidatura, pedindo desculpas e explicando que você está reencaminhado, pois o currículo anterior está incorreto.

Cometer erros é super normal. Por isso, não tenha vergonha de reenviar caso note que o seu currículo possui alguns problemas.

Na verdade, esse ato poderá salvar a sua pele e te render, pelo menos, uma entrevista. No final, se você já seria desclassificado por conta dos erros, não custa nada uma última tentativa, não é mesmo?!

Confira também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *