Empreendedorismo Santander: O que é e como participar?

Nesse post, você pode conferir tudo sobre Empreendedorismo Santander, e como o banco demonstra que acredita no potencial das pessoas.

O Santander é um dos maiores bancos internacionais no Brasil, e possui várias iniciativas que visam promover o empreendedorismo, dentre eles, o Radar Empreenda, o Santander Universidades e o Santader X.

Então, continue lendo para conferir as principais informações de cada uma dessas iniciativas.

Empreendedorismo Santander

Como funciona o Empreendedorismo Santander?

O banco acredita no potencial empreendedor das pessoas. Por isso, busca ajudá-las em negócios inovadores que possuem muito futuro. Assim como ajuda a alavancar negócios já atuantes no mercado.

Confira abaixo como funcionam cada uma das iniciativas que englobam o Empreendedorismo Santander:

Radar Santander

O Radar Santander surgiu para ajudar a gerar novos negócios, desde universitários e empreendedores, até startups, que buscam colocar a mão na massa e criar negócios muito inovadores.

Então, se você é um estudante e possui muitas ideias inovadoras, ou se você já participa e possui uma startup, mas quer alavancar os seus negócios, essa pode ser a oportunidade ideal para você!

O projeto possui diversas categorias, sendo possível escolher a que melhor se enquadra no seu perfil, para usufruir das inúmeras oportunidades e incentivos que o Santander oferece.

Nas atividades desenvolvidas durante o Radar Santander, durante alguns meses, as empresas escolhidas passam por todo um diagnóstico feito por profissionais muito bem renomados, que permite enxergar quais são as principais barreiras que impedem o negócio de crescer.

Com os resultados em mãos, desenvolve-se um plano de crescimento para o seu negócio, que irá incorporar projetos e iniciativas capazes de ajudar a tornar o seu nome ainda mais forte no mercado.

Além disso, no Radar Santander, há networking com profissionais que são referências no segmento, e com empreendedores que atuam no seu setor.

Com direito à conexão com a rede de clientes e parceiros do Santander, e a uma mentoria exclusiva com executivos do Banco.

Portanto, é realmente uma iniciativa muito interessante, e que está sendo cada vez mais procurada e mais reconhecida dentro da sociedade empreendedora.

Por isso, tem um peso muito grande no desenvolvimento das empresas que conseguem participar do projeto.

Santander Universidades

No caso do Santander Universidades, o programa foca exclusivamente em apoiar a educação superior no Brasil. Conta com mais de R$ 40 milhões de reais que o banco investe em 3 pilares principais: a educação, o emprego e o empreendedorismo.

Apenas no ano de 2020, o Santander concedeu cerca de 24 mil bolsas de estudo pelo Santander Universidades a jovens e a professores do Brasil inteiro.

Dessa forma, o programa ajuda tanto na distribuição de bolsas de estudos nacionais e internacionais, cursos online nas áreas de tecnologia, desenvolvimento de empreendedores e novos negócios, e apoio para jovens a ingressarem no mercado de trabalho.

Santander X

O Santander X, por outro lado, é uma plataforma online do Santander, muito interessante para os empreendedores, que conta com vários eventos e lives. Além disso, também costuma oferecer cursos com pessoas com grande renome no segmento.

É uma ótima fonte de conhecimento para quem está começando agora, quer se desenvolver e adquirir, cada vez mais, conhecimento sobre esse universo gigante do empreendedorismo no século XXI.

Outras oportunidades do Empreendedorismo Santander

Os programas citados acima funcionam como uma “base” de diversos outros programas, que são abertos pelo Santander durante o ano todo.

Um desses projetos é o TrepCamp, uma das oportunidades do Santander para 2021, junto com o Radar Santander. Esse programa é perfeito para quem está querendo uma mentoria, e um impulso a mais para conseguir desenvolver suas ideias melhor.

Durante o programa, o grupo foca em resolver os desafios considerados como os mais importantes do mundo, de forma a apresentar soluções para os investidores. E a melhor parte, é que tudo isso é feito em conjunto com especialistas da área!

O programa é para estudantes, graduandos e pós-graduandos, visando capacitar esses jovens empreendedores (as) em um treinamento que dura algumas semanas.

O principal objetivo dos selecionados é resolver um desafio para a criação de um projeto empreendedor. 

A maioria das Universidades que recebem o convite para participarem do projeto lançam uma nota, para que os seus alunos saibam onde devem entrar para se inscrever.

Por isso, se você é um estudante, pode consultar com a sua própria instituição de ensino superior, caso o programa esteja aberto ou acessar as informações no site do Santander.

O que precisa ter para participar?

Para participar do Radar Santander, ou concorrer a uma das bolsas do Santander Universidades, é necessário ficar atento aos requisitos. Nos editais que o Santander libera quando as inscrições são abertas é possível encontrar todas as informações.

Para conferir as oportunidades que estão abertas, você pode acessar a página “Empreendedorismo Santander” no site oficial do banco.

De forma geral, os requisitos para participar do Radar Santander são: ser uma  startup ou scale-up que possua uma solução inovadora; apresentação da empresa deve ser feita pelo próprio CEO, que deve, também, falar sobre a proposta inovadora; a empresa deve possuir todos os direitos de propriedade intelectual, autorização para uso de marcas e/ou licença para exploração da mesma; os produtos ou serviços devem ser das áreas de agro, Banking as a Service (BaaS), imobiliário, investimentos, loyalty, fidelidade, Open Banking, Pagamentos Instantâneos (Pix), PJ – MEI e PMEs ou Sustentabilidade; e todas as despesas de deslocamento, alimentação e hospedagem, são responsabilidade da própria empresa.

No entanto, os critérios podem mudar. Por isso, é muito importante ler o edital antes de realizar a inscrição.

No caso das bolsas do Santander Universidades, cada instituição deverá divulgar o edital de seleção do programa, onde constarão os requisitos.

Mas, no geral, para conseguir uma bolsa para ensino superior, o aluno já deve estar matriculado em um curso, possuir excelência acadêmica, e frequência na instituição de ensino superior durante todo o processo.

Além disso, também deve estar, preferencialmente, em situação de vulnerabilidade social. Mas este último não é um requisito obrigatório.

Enfim, é possível visualizar os processos de bolsa que estão abertos diretamente pelo site do Santander Bolsas.

Confira também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *