Mas afinal, o que é empreendedorismo? Veja 3 exemplos

Empreendedorismo

Muito se fala de empreendedorismo hoje em dia. Poder ter o próprio negócio é uma ideia cada vez mais presente em nossa sociedade. Afinal, muita gente quer deixar de ser empregado e se tornar o seu próprio patrão.

Há quem queira ter o próprio negócio em tempo integral, mas também há quem queira ter um negócio menor, apenas para complementar a renda. Ou seja, uma renda extra.

Apesar de ser uma palavra relativamente nova em nosso vocabulário, há muito tempo já existe o empreendedorismo. 

Aliás, os empreendedores já vêm promovendo mudanças positivas em nossa sociedade há séculos, usando de sua criatividade e disposição para fazer coisas.

Com a popularização da internet, ficou ainda mais fácil se tornar empreendedor, tanto pela possibilidade de aprender mais sobre o tema, buscando conteúdo online, quanto pela possibilidade de ter um negócio online mesmo.

Hoje em dia é possível empreender de maneira física ou digital e até mesmo mesclar as duas formas, aproveitando tudo que elas podem oferecer de melhor.

Com isso, a demanda por adquirir conhecimento sobre empreendedorismo também aumentou muito. Afinal, é preciso manter-se atualizado, para sair na frente e aproveitar todas as oportunidades e benefícios que a atividade de “empreender” pode oferecer.

Pensando nessa necessidade de ampliar os conhecimentos sobre empreendedorismo, preparamos este artigo para explicar o conceito, e quais os três tipos possíveis de empreender, Confira!

O que é empreendedorismo?

Mas o que é de fato empreendedorismo, essa palavra tão usada no mundo empresarial? Podemos dizer que o empreendedorismo é a capacidade de criar algo novo, usando a criatividade e a imaginação para executar uma coisa nova.

Empreender é sair do mundo dos planos para ir para o mundo da prática, da execução. Por isso, o empreendedorismo se associa diretamente com inovação.   

Empreendedores são pessoas que possuem a capacidade de identificar problemas, e fazer deles, oportunidades para resolver a partir de soluções inovadoras. 

Por isso, empreender é usar a criatividade para criar um novo negócio, iniciar um projeto novo, começar um movimento inovador. O objetivo do empreendedorismo é criar algo que seja capaz de promover mudanças positivas e com impacto na sociedade.   

Um empreendedor não precisa ser, necessariamente, um empresário, apesar de as duas coisas serem constantemente associadas. 

Pois, hoje em dia, a palavra empreendedorismo está ligada à criação de um novo negócio, uma empresa nova. Contudo, o empreendedorismo aplica-se em várias áreas, pois tem muito mais a ver com o tipo de atividade que se executa.

Um bom empreendedor precisa desenvolver algumas características essenciais, como coragem para assumir riscos, resiliência para não desistir diante dos desafios, autoconfiança para acreditar que suas ideias darão certo, e otimismo para continuar em busca de mudanças melhores.

O espírito empreendedor pode ser útil e se destacar em várias áreas da vida, seja na empresa, criando e desenvolvendo projetos inovadores, seja em casa, tomando a decisão de fazer mudanças necessárias para melhorar a qualidade de vida.

É por isso que essa característica tem sido fortemente associada ao mundo dos negócios e à criação de empresas. Pois as pessoas que reúnem essas características, tendem a criar negócios inovadores e prosperar em sua administração.  

Quais são os 3 tipos de empreendedorismo?

Agora que você já sabe a definição de empreendedorismo, e as principais características de um bom empreendedor, acompanhe os três principais tipos de empreendedorismo existentes.

Empreendedorismo social

Esse tipo de empreendedorismo tem como principal objetivo promover algum impacto social. 

Isso quer dizer que não busca apenas o crescimento individual do empreendedor, mas procura alcançar mudanças capazes de melhorar a qualidade de vida da sociedade como um todo, ou de uma comunidade específica.

Em geral, o empreendedor consegue levar as melhorias para a sua própria região. Pois seu empreendimento é capaz de gerar valor para o local por meio de serviços e bens criados pelo empreendimento, que podem também favorecer a inclusão social.

O diferencial desse tipo de empreendedorismo é que ele busca a criação de valor social para a comunidade, atendendo demandas específicas do local e gerando benefícios para as pessoas. 

Isso não significa que esse tipo de empreendimento não vise lucros para os investidores. A diferença é que se busca gerar lucros atendendo também às necessidades locais. 

Por isso, é muito comum que esse tipo de empreendimento atenda à comunidade, ajudando a tirar as pessoas do trabalho informal, e dando oportunidades de trabalho mais estáveis.

Um exemplo desse tipo de empreendedorismo é a Ubra, ideia de dois moradores da Vila Brasilândia, que fica na periferia de São Paulo. As empresas de transporte convencionais não a atendem, como a Uber, por exemplo, por ser um local de risco.

Então, os empreendedores identificaram a necessidade do transporte na região e criaram a Ubra que, além de atender a região, levando serviços de transporte onde a Uber não chega, ainda emprega motoristas, que também são moradores da região.

Intraempreendedorismo ou Empreendedorismo corporativo

Nesse tipo de empreendedorismo, a pessoa atua dentro de uma organização. Por isso, não assume os riscos do negócio, já que não é o dono da empresa. 

O intraempreendedor é um funcionário que trabalha para uma empresa, como contratado, e se esforça para inovar dentro da organização, em seus serviços, bens e produtos.

Para ser um intraempreendedor, é necessário ter características como motivação, criatividade e paixão pelo que faz. Como é uma atividade que assume muitos riscos, a remuneração desse funcionário na empresa costuma ser bem alta, pois suas responsabilidades também são bem grandes.

A Google, por exemplo, é uma empresa que estimula o empreendedorismo corporativo, oferecendo aos funcionários a oportunidade de trabalharem em projetos individuais. 

Um exemplo de resultado de atividades como essa é o Gmail, que surgiu a partir de um projeto assim, e hoje é uma das principais plataformas de e-mail.

Empreendedorismo de negócios

Esse é o tipo de empreendedorismo mais conhecido, que é aquele que está associado à criação de novas empresas. Os objetivos são criar uma empresa competitiva, que conquiste cada vez mais clientes, e aumente os lucros sempre.

É uma atividade que busca atender às necessidades do mercado, criando algo novo, ou inovando em algo que já existe. Por isso, é uma atividade que oferece riscos, e exige um bom plano de negócios.

Exemplos desse tipo de empreendedorismo são a Cacau Show e a Alergoshop. A Alergoshop, por exemplo, surgiu da necessidade de atender pessoas alérgicas. 

A filha de uma das criadoras nasceu com várias alergias, e foi assim que ela identificou a lacuna que havia no mercado para esse segmento. 

No caso da Cacau Show, seu criador partiu da ideia de um antigo negócio de vendas de ovos de páscoa e montou a pequena empresa de chocolates, que hoje é líder no segmento por todos os diferenciais que oferece.  

Confira também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *