Como fazer um bom currículo: Veja como conquistar uma vaga

Como montar um currículo

Qual é a importância de um currículo bem estruturado?

O currículo é uma declaração detalhada da experiência, educação e realizações de um profissional. 

Por esse motivo, um currículo bem estruturado deve ser completo e objetivo, com informações diretas que trazem em si elementos que devem convergir ao que a empresa deseja, ao mesmo tempo em que apresenta atributos do profissional, como formação e experiência,  conforme a vaga disponível, e que exalta, com moderação, a competência profissional do seu autor.

Quais são os dados que não podem faltar no currículo? 

Não existe uma fórmula pronta e eficaz, existe um modelo que deve ser seguido por dois motivos:

  • a uniformidade, a organização, as informações apresentadas, obedecendo a uma ordem, ajudam no processo de seleção.
  • independente da profissão e da experiência, ter um currículo bem estruturado salta aos olhos de qualquer recrutador. Se o seu currículo estiver dentro de uma excelente e impecável estrutura, certamente não passará despercebido a nenhum recrutador.

Então, siga a ordem:

1. Dados pessoais: use somente os essenciais como, nome, data de nascimento, endereço, cidade e estado, telefones, e-mail. 

2. Objetivo: apresente sua intenção de maneira breve, em apenas uma linha, se possível. Por exemplo: “Pretendo atuar na área de Marketing Digital”. Simples assim. 

3. Formação acadêmica: não é necessário a apresentação de todo seu histórico escolar. Por exemplo, se é para um cargo de curso superior, já está implícita sua formação no ensino fundamental e médio. Aproveite o espaço para informações recentes, como graduação e especializações Lato e Stricto Senso.  

4. Experiência profissional: faça um bom resumo de sua carreira e experiência profissional. Assim, como fazemos na parte introdutória do Currículo Lattes. Informe a empresa, o cargo exercido e o ano que iniciou e terminou suas atividades. Se forem muitas, privilegie as mais importantes.

5. Outras atividades: trata de atividade as quais o profissional busca, embora sejam diversas à sua formação profissional, contribuem para sua  formação pessoal, social e profissional, por exemplo, prática e competições esportivas, curso de música clássica ou popular, participa de aulas de piano, violino, violão ou outro instrumento, é voluntário, participa de alguma associação, dentre outras. 

6. Habilidades: as principais habilidades profissionais são aquelas que não podem ser substituídas por uma máquina. Vamos listar algumas e veja com quais você mais se identifica:

  • boa comunicação,
  • autoconfiança,
  • capacidade de aprender,
  • liderança,
  • equilíbrio emocional,
  • flexibilidade e capacidade de se adaptar a mudanças,
  • pro atividade, 
  • capacidade de análise, 
  • gerenciamento do tempo, 
  • inteligência emocional, 
  • criatividade, 
  • resolução de problemas.

7. Idiomas cursos e qualificações: é importante listar suas qualificações e privilegie as mais importantes ao cargo pretendido. Exemplos: conhecimentos em informática, treinamentos na sua área de atuação e cursos de idiomas. No caso de idiomas, indique o nível de fluência. 

8. Referências: este item é bem apreciado e consultado pelos recrutadores. Dessa forma, você pode ter como referência um amigo da mesma área, um professor ou até um gerente ou diretor de empresa anterior. Essas pessoas que lhe servirão como referência irão se disponibilizar a conversar com um recrutador sobre o seu perfil profissional. 

Como montar um currículo? 

Antes também chamado de Curriculum Vitae, cuja expressão deriva do vem do latim: vitae=vida+curriculum=trajetória, curso ou carreira.

Nesse sentido a função primeira do currículo é apresentar uma síntese de suas qualificações, experiências profissionais, formação acadêmica e dados pessoais.

A organização é a chave para você elaborar um currículo que atraia a atenção do recrutador. Por isso:

  • Seja objetivo: as empresas geralmente quando anunciam vagas têm muitos currículos para avaliar. Desse modo, seja conciso e breve em suas informações, e facilite o trabalho de leitura e de interpretação do avaliador.
  • Escolha tamanho e formato adequados: não deixe que seu currículo ultrapasse mais que duas páginas. As fontes mais adequadas são: 
  • Arial, 
  • Verdana, ou 
  • Times New Roman, 
  • tamanho 12 para o texto, e 
  • 14 ou 16 para títulos e subtítulos,
  • cor automática do seu editor de texto.
  • Priorize as informações essenciais: todo currículo tem de ter contidas informações básicas acerca de sua escolaridade e experiência profissional. E, é claro, que você envia seu currículo com a finalidade de passar por um processo seletivo e alcançar uma vaga, portanto, todas as suas informações tem de ser legítimas. De outro modo, você pode aniquilar sua carreira profissional.
  • Inserção de foto: há alguns anos, a foto era uma exigência das empresas, mas hoje não é mais  tão necessária, só se o anúncio da vaga pedir envio de foto. Assim sendo, você vai usar uma foto com boa resolução, com fundo branco, tamanho 3×4 que  é o mais adequado. 
  • Pretensão salarial: não é preciso inserir. Deixe pra falar sobre isso no último momento, numa entrevista e se alguém lhe perguntar.
  • Redes sociais: já falamos em posts anteriores sobre a importância  das redes sociais. Sendo assim, fique atento às suas redes de networking, LinkedIn e outros que você já tenha se inscrito.
  • Ausência de experiência: não se preocupe quanto a esse aspecto. Para tudo há uma saída. Neste caso, lance mão de suas qualificações, como estágios, cursos de idiomas, ações voluntárias, intercâmbios, especializações, workshops, treinamentos e outras habilidades, além de sua experiência como estudante, durante o período universitário. Tudo isso conta, talvez, dependendo da empresa, até mais do que a própria experiência.
  • Ortografia: se você não consegue fazer a correção ortográfica, vale a pena pedir a um profissional que faça isso. Conhecer o idioma e, mais, saber escrever é um item importante para o seu currículo.

Outras atitudes que equivalem a uma extensão de seu currículo é: 

  • conheça as empresas para as quais enviou seu currículo,
  • antes de cada entrevista, pense um pouco em você, reflita sobre sua trajetória profissional, caso ainda não tenha tanta experiência, lembre de todos os desafios que já enfrentou, nos âmbitos profissional, familiar e pessoal, por todos os desafios e vitórias que alcançou, pode ser até uma competição esportiva, um problema familiar resolvido. Isso vai te dar força e segurança no momento da entrevista.
  • Tenha uma boa postura, capriche no seu visual, tenha uma linguagem firme e segura, isenta de gírias e sorria pouco. Assegure-se de sua capacidade e seja otimista.

Assim, você vai passar uma imagem positiva ao entrevistador e, certamente, deixará uma boa impressão. No mais, pontualidade, tranquilidade e autenticidade. Se gostou do nosso post, fique com a gente e deixe seus comentários.

Se ficou com alguma dúvida, entre em contato, envie sua dúvida, porque estamos aqui para respondê-la.

No mais, compartilhe nossos posts em sua rede social. Certamente eles podem ajudar outras pessoas que estão em busca de uma vaga.

Até o próximo post,

Confira também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *